Bilinguismo e o desenvolvimento da Linguagem

bilinguismo
Posted by: Comments: 0

Cada vez recebo mais dúvidas relativamente ao bilinguismo e o desenvolvimento da linguagem, por isso hoje vou falar um pouco sobre este assunto.

Uma coisa é certa: todos os pais querem o melhor para os seus filhos. Se consideram a opção de utilizar duas línguas, é porque pensamos nas enormes vantagens que isso terá na vida futura dos seus pequenotes ou porque vivem noutro país e querem manter a sua língua o que faz todo o sentido.  

Mas … como é que se vai desenvolver a linguagem? Isso pode causar dificuldades no seu desenvolvimento da linguagem no meu filho?Mas é melhor começar quando ele já aprendeu uma das línguas? 🤪

O artigo de hoje tem como objetivo tirar essas dúvidas e, para isso, tenho que começar por explicar o que realmente significa bilinguismo, vamos lá!

O que é “ser bilíngue”?

Resumidamente, consideramos que uma pessoa é bilíngue quando consegue compreender e expressar-se nas duas línguas, em todos os contextos e com alto nível de competência.

Muitas vezes, o bilinguismo da criança traz toda uma bagagem cultural que não faz sentido perder (por exemplo, se uma criança vive num país onde não se fala a língua materna dos pais), sendo importante falar a língua dos pais para manter uma fácil comunicação com a família, e também falar a língua do país onde mora.

Quando é melhor começar?

Quanto mais cedo o teu filho for exposto a ambas as línguas, melhor. Na verdade, as crianças expostas a ambas as línguas desde o nascimento aprenderão em ambas as línguas.

Isso não significa que quem começar mais tarde não conseguirá ser bilingue (até como adultos podemos fazer isso), mas vai exigir mais esforço.

Como podes fazer?

No bilinguismo nem tudo se resume ao tempo de exposição dos dois idiomas que deve ser mais ou menos o mesmo. Não adianta colocares os desenhos  animados em inglês ou ficar algumas horas numa aula de inglês…. assim, ele vai adquirir vocabulário e gramática do inglês.  Mas não as mesmas competências que na sua língua materna. 

O ideal é que faças essa divisão com pessoas, por exemplo, a mãe fala em inglês e o pai fala em português (ou vice-versa); ou pelo ambiente, em casa falam português e na escola em inglês (ou vice-versa).

O bilinguismo afeta o desenvolvimento da linguagem do meu filho?

Não. O bilinguismo não está associado nem é a causa de dificuldades no desenvolvimento da linguagem. Além disso,  linguagem estimula linguagem, independentemente da forma utilizada.

Não existe evidência que demonstre que a exposição a mais do que uma língua se reflita em atrasos na aquisição de linguagem.

O mais importante é que exista um equilíbrio na qualidade da exposição às línguas.

Se o meu filho misturar as duas línguas, será que se está a confundir? Esta é uma etapa normal dentro do desenvolvimento de duas línguas Por isso, não tem que se preocupar!

Vantagens do bilinguismo para as crianças:

  • QI mais elevado – as crianças desenvolvem um sistema cerebral mais flexível;
  • Apresentam uma maior noção das componentes fonológicas da linguagem, fundamentais para a aprendizagem da leitura e escrita;
  • Aumento da atenção;
  • Melhor percepção do código que é a língua;
  • Maior criatividade;
  • Melhor capacidade de pensamento;
  • Entre outros.

Na verdade…ser bilingue traz muitas vantagens às crianças!

No entanto, caso se sinta inseguro e ache que há alguma alteração na linguagem do seu filho, é fundamental que seja avaliado ao nível da linguagem por um terapeuta da fala. A causa da alteração linguística não será o bilinguismo, mas poderá ter alguma dificuldades ao nível do desenvolvimento da linguagem que teria independentemente de estar ou não exposto a duas línguas.

O ambiente do teu filho é bilingue? Como foi a experiência ia? Comenta aqui!

 

Open chat
Precisa de ajuda?