Processamento Auditivo Central

Processamento Auditivo Central

“Com o aparelho auditivo ouço, mas não consigo perceber o que me dizem.”

O Processamento Auditivo Central (PAC) diz respeito ao percurso que o som faz desde a entrada da informação auditiva (ouvido) até à chegada da mesma ao Sistema nervoso Central, para aí ser analisada e interpretada.

Ao longo deste caminho ocorrem diferentes processos que são responsáveis pelo tratamento do som sobre diferentes aspetos (localização sonora, memória, discriminação, duração, frequência, intensidade, reconhecimento, integração ou separação binaural, entre outros) e que são fundamentais para se conseguir processar a informação auditiva de forma adequada e, assim, dar significado ao que ouvimos.

Perturbação do Processamento Auditivo (PPA) nos adultos e idosos

A Perturbação do Processamento Auditivo em adultos geralmente é confundido com uma perda auditiva. Geralmente as pessoas ficam surpreendidas, quando recebem o resultado do audiograma e é “normal” e, no entanto, queixam-se que não ouvem bem, particularmente em situações sociais onde há ruído de fundo.

A Perturbação do processamento auditivo em adultos é uma dificuldade no processamento das informações auditivas. É um problema auditivo não explicado pela perda auditiva. Além de ouvir, a perturbação do processamento auditivo pode afetar a leitura, a realização de testes e o funcionamento geral do dia a dia.

 Muitos adultos apresentam esta perturbação durante toda a vida e podem ter iniciado em criança. Eles podem ter tido dificuldades em ler, manter-se concentrados nas aulas e/ou ouvir em situações ruidosas, mas nada tão grave que eles pensassem que era necessária intervenção.

Os idosos muitas vezes também têm alterações do processamento auditivo central, juntamente com perdas auditivas consequentes da idade. Na prática clínica, é comum observar pacientes idosos com perda auditiva e que utilizam, aparelhos auditivos e que se queixam “Mesmo com o aparelho, eu ouço, mas não entendo, principalmente quando estou no ruído”.

Com isso, fica claro que ouvir é diferente de entender.  Ouvir é um mecanismo passivo, que permite o acesso à informação acústica e entender é um mecanismo ativo, para o qual é necessário atenção e intenção para atingir a compreensão da mensagem.

O  aparelho auditivo possibilita a recuperação da audibilidade que envolve basicamente as estruturas do sistema periférico. Porém, para ocorrer a descodificação da mensagem é necessária a integração do sistema periférico, central e cognitivo.

Por isso, nestes casos em que o idoso coloca o aparelho e ouve bem mas não compreende deve ser realizada uma avaliação do Processamento auditivo central e posteriormente iniciar um programa de intervenção com um Terapeuta da Fala com formação em Processamento auditivo central.

 

Sinais de alerta

 

• Dificuldade em manter a atenção a estímulos sonoros;

• Dificuldade em compreender o discurso em ambiente ruidoso;

• Solicitação para repetição de informações auditivas;

• Respostas inconsistentes ou inapropriadas;

• Respostas orais retardadas durante comunicação oral;

• Distração frequente;

• Dificuldade em localizar o som no espaço;

• Redução das competências musicais.


Saiba mais sobre Terapia da Fala:

Processamento auditivo central

Processamento auditivo central

Já ouviste falar em processamento auditivo central ❓ Conheces alguém que ouve bem, mas tem dificuldade em perceber o que... read more

Terapia da Fala no domicílio

Terapia da Fala no domicílio – Vantagens

 A minha história como Terapeuta da Fala Estávamos em 2008 e eu tinha acabado o meu curso de Terapia da... read more

Terapia da Fala online

Terapia da Fala Online: Vantagens

A terapia da fala online, ou teleterapia, é quando as sessões de terapia da fala ocorrem através de videoconferência num... read more

Identificou algum destes sinais de alerta?

Open chat
Precisa de ajuda?