Linguagem nas Crianças

“ O meu filho tem dois anos e ainda não constrói frases”

“O meu filho tem 4 anos e repete constantemente as minhas perguntas”

“A minha filha tem cinco anos e tem um discurso desorganizado”

A linguagem é considerada a forma de comunicação por excelência e exclusiva do ser humano, permitindo a troca de ideias, a expressão de sentimentos, a interação e a aprendizagem.

A linguagem oral compreende a componente expressiva e compreensiva e é composta por 4 elementos linguísticos:

  1. Semântica: reconhecimento, significado e relação entre as palavras;
  2. Morfossintaxe: conhecimento implícito das regras sintáticas e morfológicas necessárias para a construção de frases gramaticais;
  3. Fonológica: reconhecimento dos sons da fala;
  4. Pragmática: capacidade de adequação da linguagem ao contexto.

 

A aquisição da linguagem é um dos marcos mais importantes dos primeiros anos de vida.

O desenvolvimento da linguagem é um processo muito complexo que implica pensar, escolher palavras, construir frases, recorrer a símbolos para expressar o nosso pensamento, tudo numa fração de segundos, de modo a partilhar sentimentos, ideias, valores, factos e pensamentos. É um processo gradual, diferente e específico de cada criança, ainda que dentro de limites do esperado.

As alterações de linguagem poderão afetar um ou mais domínios linguísticos: fonológico, morfossintático, semântico e/ou pragmático com elevado impacto na socialização, desempenho escolar e qualidade de vida das crianças, jovens e suas famílias.

Problemas de Linguagem em Crianças

Atraso de desenvolvimento da linguagem (ADL)

O atraso no desenvolvimento da linguagem (ADL) é uma condição em que o nível de linguagem da criança é coincidente com o de uma criança mais nova. Este diagnóstico é utilizado até aos 6 anos, pois esta é a faixa etária em que se dá o desenvolvimento da linguagem (Morris, 2005).

Algumas das possíveis causas:

  • Problemas neurológicos;
  • Atraso psicomotor;
  • Hereditariedade;
  • Falta de estimulação;
  • Perda auditiva total ou parcial;
  • Bilinguismo: a criança aprende uma segunda língua sem dominar a materna;
  • Alguns tipos de autismo.

Perturbação da linguagem

Este diagnóstico ocorre em crianças que apresentam dificuldades em todas os domínios da linguagem. Normalmente está associado a alguma patologia.

Exemplos:

  • Perda auditiva;
  • Paralisia cerebral;
  • Perturbação do desenvolvimento inteletual;
  • Autismo;
  • Várias síndromes.

Perturbação do desenvolvimento da linguagem

Nas crianças com PDL a linguagem não evolui segundo os paramentos normais de desenvolvimento e habitualmente apenas uma ou duas áreas da linguagem encontram-se alteradas. A PDL aparece geralmente associada à perturbação de hiperatividade e défice de atenção e dislexia.

 

Sinais de alerta

 

12 meses

  • Não aponta para objetos;
  • Não usa gestos para comunicar;
  • Não reconhece o seu nome.

15 meses

  • Não diz as primeiras palavras;
  • Não responde para não e adeus.

18 meses

  • Não utiliza de forma consistente de 6 a 10 palavras;
  • Não ouve bem ou discrimina os sons.

20 meses

  • Não segue ordens simples;
  • Vocabulário limitado.

24 meses

  • Tem vocabulário inferior a 50 palavras;
  • Não constrói frases com 2 ou 3 elementos.

2 aos 3 anos

  • Não diz o seu próprio nome;
  • Não identifica objetos simples;
  • Não utiliza palavras para explicar as suas vontades;
  • Usa palavras sem sentido;
  • Não é compreendido pela maioria das pessoas;

3 aos 4 anos

  • Não produz frases complexas (mais de 4 elementos);
  • Não cumpre ordens complexas;
  • A fala não é compreensível por todos;
  • Não descreve acontecimentos.

4 aos 5 anos

  • Não faz conto e reconto de histórias;
  • Dificuldade em construir frases corretas;
  • Dificuldade em identificar palavras que rimam;
  • Ainda faz muitas trocas e omissões de sons.

5 aos 6 anos

  • Ainda faz não articula corretamente todas as palavras;
  • Discurso incoerente;
  • Dificuldade em identificar erros gramaticais ou semânticos.

Saiba mais sobre Terapia da Fala:

Terapia da Fala no domicílio

Terapia da Fala no domicílio – Vantagens

 A minha história como Terapeuta da Fala Estávamos em 2008 e eu tinha acabado o meu curso de Terapia da... read more

Terapia da Fala online

Terapia da Fala Online: Vantagens

A terapia da fala online, ou teleterapia, é quando as sessões de terapia da fala ocorrem através de videoconferência num... read more

Identificou alguns dos sinais de alerta no seu filho?

Open chat
Precisa de ajuda?