Terapia da Fala no domicílio

 A minha história como Terapeuta da Fala

Estávamos em 2008 e eu tinha acabado o meu curso de Terapia da Fala.

Estava entusiasmada, porque tinha adorado o curso e aquilo que mais queria era começar a trabalhar e ter a oportunidade de pôr em prática tudo aquilo que tinha aprendido.

A sorte não se fez esperar e umas semanas depois já estava a fazer algumas sessões numa clínica, onde atendia sobretudo crianças com problemas ao nível da linguagem oral e escrita.

Por isso, era uma situação quase perfeita, atendendo a que tinha acabado o curso há muito pouco tempo e já estava a exercer a função que tanto me agradava e para a qual tinha estudado. Mas não chegava…tratava-se de trabalhar só algumas horas por dia, necessitava de completar o meu horário.

Quando comecei a realizar sessões de Terapia da Fala no domicílio

Foi nessa altura que recebi o telefonema da mãe do João Pedro. Ela pretendia sessões de Terapia da Fala para o seu filho que tinha sido recentemente diagnosticado com uma perturbação do espectro do autista.

Existia no entanto uma condição para a qual eu não estava preparada: as sessões teriam de ser realizadas no domicílio, não só por uma questão de flexibilidade de horários, o João Pedro tinha todo o dia preenchido com várias terapias e outras atividades, como também porque sua mãe, muito empenhada no desenvolvimento do filho, pretendia estar presente nas sessões.

Este era o meu primeiro grande desafio profissional. Não conhecia ninguém que já tivesse feito este tipo de intervenção e na faculdade só tínhamos abordado o atendimento em Terapia da Fala  ao domicílio com adultos. Ainda assim… nem me passou pela cabeça dizer que não…tinha de arriscar!

O que eu não sabia na altura era como essas sessões mudariam a minha visão sobre a vantagem da Terapia da Fala no domicílio.

Desde logo percebi que com este tipo de atendimento tornava-se muito mais fácil para mim acompanhar de perto as rotinas não só do João Pedro como também do resto da família. Desta forma consegui detectar com mais facilidade problemas familiares de organização e rotina, o que simplificava em muito o meu trabalho.

A participação da família é muito importante no processo terapêutico, especialmente no trabalho com crianças. Ao conseguir detectar os problemas que afectam as famílias é mais fácil para mim traçar um plano terapêutico mais adaptado à situação real de cada família conseguindo, assim, estabelecer uma rotina para todos.

Na mesma altura em que trabalhava com o João Pedro, a mãe, extremamente agradada com a evolução do filho a nível de comunicação e linguagem recomendou-me a um casal amigo que se debatia com alguns problemas com seu filho, Tiago. A criança apresentava dificuldades na aprendizagem da leitura e escrita (dislexia) e  também deficit de atenção.

Logo na primeira sessão, no domicílio, apercebi-me que o Tiago fazia os trabalhos de casa no quarto dos brinquedos e a mesa e cadeira que utilizava eram pequenas para o seu tamanho, portanto, pouco confortáveis.

Ao orientar os pais para fazerem mudanças nesse ambiente tais como separarem a sala de estudos da sala de brincar e adquirem uma mesa e cadeira adaptadas ao tamanho e idade do Tiago os mesmos aperceberam-se que estas pequenas alterações melhoraram de imediato o desempenho das tarefas escolares.

Terapia da Fala no domicílio
Terapia da Fala no domicílio com adultos e crianças no grande Porto

TERAPIA DA FALA AO DOMICILIO – AS GRANDES VANTAGENS

Desde 2008 até hoje já atendi mais de 150 pacientes, adultos e crianças, em domicílio (casa, infantário, lar da 3ª idade).

Esta experiência que tive ao longo do tempo com as sessões de Terapia da Fala ao domicílio (casa, infantário, lar da 3ª idade), levaram-me a perceber que este tipo de atendimento traz vantagens enormes, tanto para mim, como profissional que procura a excelência no seu trabalho, como para meu paciente, seja criança ou adulto, bem como para as próprias famílias.

Senão vejamos:

MAIOR PRIVACIDADE E CONFORTO

O paciente, adulto ou criança, sente-se mais relaxado, mais à vontade e desinibido por se encontrar no seu próprio ambiente. Por isso,  sente-se também mais apoiado, contando com a presença da família por perto.

POUPANÇA DE TEMPO E DINHEIRO EM DESLOCAÇÕES

O paciente poupa dinheiro e tempo nas deslocações, Para além disso a preocupação com o estacionamento e com todo o stress causado pelo trânsito… desaparece.

SESSÕES MAIS PERSONALIZADAS

A Terapeuta da Fala aprende rapidamente a melhor forma de lidar com o paciente quer seja criança ou adulto pois gera-se uma relação mais próxima entre terapeuta e paciente.
As sessões ao domicílio (casa, infantário, lar de 3ª idade), possibilitam um atendimento mais organizado e bem planeado que geram uma visão global do paciente mais personalizada que se traduz numa maior possibilidade de sucesso num menor espaço de tempo.

MAIOR CONTACTO COM A FAMILIA

O atendimento ao domicilio propicia vantagens para a família que se assegura da qualidade das sessões e vai tendo uma percepção da evolução do paciente. Além disso,  pode também esclarecer dúvidas de imediato com a Terapeuta da Fala.

MAIOR FLEXIBILIDADE DE HORÁRIOS

As sessões podem ser realizadas em horários diferentes daqueles praticados habitualmente em clínica. Para além disso são evitados períodos de espera.

COMPARTICIPAÇÃO PELOS VÁRIOS SISTEMAS DE SAÚDE

Tal como as sessões em clínica, as sessões de Terapia da Fala ao domicílio são comparticipadas pelos vários subsistemas de saúde.

 

Existem muitas vantagens na terapia da Fala no domicílio, além das mencionadas anteriormente. Se ainda ficou com dúvidas pode contactar-me. Se quiser pode marcar a sua consulta.

 

Open chat
Precisa de ajuda?